Buscar
  • Diego Andreguetto

Luciano Ducci participa de evento sobre o uso dos canabinoides, na Academia Nacional de Medicina

Atualizado: 12 de mai.



O evento, promovido pela UERJ, conta com a participação do bioquímico Raphael Mechoulan, principal nome da pesquisa canábica no mundo.


O deputado federal Luciano Ducci é um dos convidados da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) que reúne, na próxima sexta-feira (13), personalidades e especialistas em cannabis medicinal para o evento online “A UERJ inovando o saber milenar – Projeto Canabinoide”. Ducci é médico e relator do projeto de lei 399/15, no qual apresentou um substitutivo que pretende regulamentar o cultivo da cannabis para fins medicinais, veterinários e do cânhamo para a produção industrial, no Brasil.


O evento, realizado na Academia Nacional de Medicina, é direcionado aos acadêmicos de medicina, mas é aberto ao público em geral, de forma online e gratuita (link para inscrição no fim da matéria).


“É muito importante que os meios acadêmicos abram espaço para a discussão de um assunto tão importante para a medicina. Os canabinoides já são alternativas terapêuticas importantes para diversas enfermidades e condições e não podemos negar os avanços das pesquisas por preconceito ou moralismo”, comenta Ducci.


No Brasil, as discussões sobre a regulamentação do cultivo da cannabis foram retomadas em 2019, com a criação de uma comissão especial na Câmara dos Deputados. De lá para cá, o projeto foi discutido, foram feitas Audiências públicas, visitas técnicas. Em junho do ano passado, o projeto foi aprovado pela comissão. Agora, aguarda o resultado de um recurso para saber se segue para votação no Senado ou se será submetido ao plenário da Câmara. “Com certeza é urgente regulamentarmos a produção nacional. Israel, Estados Unidos, China, França, o mundo todo já trata deste assunto de forma científica e não ideológica. De 2015 até o ano passado, houve um aumento de mais de 2400% nos pedidos para importação destes produtos junto à ANVISA. Mas o processo ainda é burocrático e caro e não se pode restringir o acesso a remédios apenas para os brasileiros quem têm condições financeiras, e é esse o principal ponto do projeto, acesso!”, conclui o deputado.


Pioneirismo em Israel


A palestra de abertura é do pós-doutor em bioquímica, o professor Raphael Mechoulan, pesquisador da Escola de Farmacologia da Faculdade de Medicina da Universidade Hebraica de Jerusalém e o principal nome da pesquisa sobre canabinoides no mundo.


O Prof. Mechoulan foi o primeiro cientista a isolar canabinoides vegetais (THC e CBD). Trabalhou em parceria com o médico brasileiro Elisaldo Carlini (USP), outro pioneiro da medicina canábica, que faleceu em setembro de 2020.


As descobertas científicas de Mechoulan deram ao mundo inteiro uma nova perspectiva sobre a cannabis como uma planta curativa, ao invés de apenas uma droga de uso adulto.

As pesquisas começaram em 1963. Mechoulan é o primeiro cientista a descobrir o sistema endocanabinoide humano, que é um sistema de sinalização celular complexo composto por receptores encontrados em todos os corpos. Esses receptores reagem aos canabinoides vegetais para tratar inúmeras doenças.


Sua pesquisa levou ao desenvolvimento de opções de tratamento já reconhecidas para distúrbios e doenças como a epilepsia, esclerose múltipla e no controle da dor. Os principais canabinoides, THC e CBD, são usados ​​hoje em medicamentos de marca, como o Marinol, um medicamento que trata náuseas; e Epidiolex, primeiro aprovado pela FDA (agência sanitária americana – food and drug administration) com CBD natural como princípio ativo, para o tratamento de formas raras de epilepsia.


Serviço:

A UERJ inovando o saber milenar – Projeto Canabinoide

Convidados:Prof. Rafael Mechoulan,Dr. Flávio Rezende, Dra. Isabella D’Andrea, Dr. Romeu Domingues, Dep. Luciano Ducci,Prof. José Augusto Messias, Dr. Alexandre Kaup, Dr. AntonioEgidioNardi, Dr. Eduardo Faveret.

Data: Dia 13/05, sexta-feira Horário: a partir das 9h. Evento online gratuito. Inscrições: http://www.capcs.uerj.br/13mai-a-uerj-inovando-o-saber-milenar-projeto-medicina-canabinoide/.



53 visualizações0 comentário