Buscar
  • Luciano Ducci

Em defesa da Abrace Esperança e do direito dos pacientes aos medicamentos!



A notícia de que a Anvisa tenta judicialmente interromper o trabalho desenvolvido pela Associação de Pacientes Abrace Esperança me causa estranheza e perplexidade.


A Abrace é a primeira associação brasileira de pacientes a obter judicialmente o direito de plantar Cannabis para a produção de medicamentos.


Hoje, dependem da Associação cerca de 10 mil pacientes que tratam de epilepsia, alzheimer, autismo, síndromes raras, dentre outras tantas condições.


São pacientes de todo o Brasil, a maioria crianças e idosos que não têm outra alternativa viável de tratamento.

Para se ter uma ideia, os remédios à base de cannabis vendidos nas farmácias custam cerca de 3 mil reais por mês. Um valor muito elevado para a grande maioria das pessoas.


A Abrace é um exemplo para o Brasil. Eu mesmo estive lá pessoalmente no início de 2020 e conheci o trabalho desenvolvido por eles. Todo o processo é controlado, desde a semente até o produto que chega nas mãos do paciente. Protocolos rígidos, profissionais capacitados, tecnologia avançada e o mais importante, o amor e a dedicação integral à causa social.


A vida e a saúde de milhares de pacientes estão em risco e deveria ser esta a preocupação da Anvisa!


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ao invés de lutar para interromper o trabalho da Abrace, e prejudicar o tratamento de milhares de pessoas, deveria lutar pela aprovação do PL 399, que trata da regulamentação segura dos processos de cultivo e produção medicamentos à base de cannabis, o que beneficiaria milhões de pessoas.



Ao invés de dar soluções e lutar pelo direito dos pacientes, cede aos interesses de um estranho e predatório lobby, que visa dominar o mercado de Cannabis no Brasil.


A interrupção dos trabalhos da ABRACE capitaneados pelo Cassiano Teixeira irá jogar milhares de pacientes no limbo. E não podemos deixar que pacientes fiquem sem tratamento, regridam em seus quadros por ação da Anvisa.


Portanto, como Relator do PL 399/2015, que pretende regulamentar a produção e comercialização de medicamentos à base de Cannabis no Brasil, deixo aqui registrado todo o meu apoio à Abrace Esperança e digo sem sombra de dúvidas que #abracenaopodeparar.

46 visualizações0 comentário